A Revista

A Revista de Saúde Pública tem por finalidade publicar contribuições científicas originais sobre temas relevantes para a saúde pública em geral.   Está disponível na SciELO desde seu primeiro número publicado em 1967, com texto completo. Os artigos publicados a partir de 2003, na versão em inglês, quando consultados no PubMed, poderão ser obtidos pelo link da SciELO.

Editor Honorário

Oswaldo Paulo Forattini (in memoriam)

Conselho de Editores

Carlos Augusto Monteiro – Universidade de São Paulo – Brasil
Rita de Cássia Barradas Barata – Santa Casa de São Paulo – Brasil
José Leopoldo Ferreira Antunes – Universidade de São Paulo – Brasil
Eliseu Alves Waldman – Universidade de São Paulo – Brasil
Euclides Ayres de Castilho – Universidade de São Paulo – Brasil
Rosely Sichieri – Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Brasil
João Luiz Bastos – Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil

Editoria Científica

Carlos Augusto Monteiro – Universidade de São Paulo – Brasil
Rita de Cássia Barradas Barata – Santa Casa de São Paulo – Brasil
José Leopoldo Ferreira Antunes – Universidade de São Paulo – Brasil
Euclides Ayres de Castilho – Universidade de São Paulo – Brasil

Editores Associados

Daniela Riva Knauth – Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Brasil
Eliseu Alves Waldman – Universidade de São Paulo – Brasil
Euclides Ayres de Castilho – Universidade de São Paulo – Brasil
Frida Marina Fischer – Universidade de São Paulo – Brasil
Jair Lício Ferreira Santos – Universidade de São Paulo – Brasil
João Luiz Bastos – Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil
Karina de Cássia Braga Ribeiro – Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – Brasil
Marco Aurélio Peres – University of Adelaide – Austrália
Margareth Crisóstomo Portela – Fundação Oswaldo Cruz – Brasil
Mariângela Leal Cherchiglia – Universidade Federal de Minas Gerais – Brasil
Marly Augusto Cardoso – Universidade de São Paulo – Brasil
Nelson da Cruz Gouveia – Universidade de São Paulo – Brasil
Patrícia Coelho de Soárez – Universidade de São Paulo – Brasil
Paulo Frazão – Universidade de São Paulo – Brasil
Rosely Sichieri – Universidade do Estado do Rio de Janeiro – Brasil
Sandhi Maria Barreto – Universidade Federal de Minas Gerais – Brasil
Tonantzin Ribeiro Gonçalves – Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Brasil

Editor de Comentários

Eliseu Alves Waldman – Universidade de São Paulo – Brasil

Editor de Revisões

João Luiz Bastos – Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil

Editoria Executiva

Maria Teresinha Dias de Andrade
Angela Maria Belloni Cuenca
Milena Maria de Araújo Lima Barbosa (Adjunta)

Seleção de descritores: Helene Mariko Ueno

Revisão da diagramação: Odinéia Conceição Gregio

Secretária: Maria do Carmo Silva de Oliveira

Biblioteca/CIR: Centro de Informação e Referência em Saúde Pública da FSP/USP

Iniciada em 1967, pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, a Revista de Saúde Pública comemora, em 2016, cinquenta anos de publicação ininterrupta dedicados ao campo da saúde pública. Nesse tempo, a Revista cresceu, aprimorou-se e modernizou-se, reafirmando seu compromisso com a saúde da população brasileira. Tornou-se referência para a saúde pública, alcançando projeção nacional e internacional.

Foram embriões da Revista de Saúde Pública, os Boletins do Instituto de Higiene de São Paulo, publicados ao longo de 27 anos, entre 1919 e 1946. A eles, sucedeu-se a publicação dos Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública, de 1947-1966. Assim, completamos 100 anos de atividade editorial científica na área, consolidando a vocação desta Faculdade na divulgação dos estudos e pesquisas em Saúde Pública. 

A principal mudança em relação aos Arquivos foi a decisão de publicar contribuições científicas originais abertas a todo pesquisador do campo da Saúde Pública e não apenas aos vinculados à Faculdade. Além disso, foi criado também o processo de avaliação dos manuscritos por pares externos.

A proposta de criação da RSP partiu de um grupo de professores da FSP, formado por Armando Piovesan, Elza Salvatori Berquó, Flavio Wagner Rodrigues, Oswaldo Paulo Forattini, Paulo Nogami, Reinaldo Ramos, Walter Belda e Odair Pacheco Pedroso. A proposta foi aprovada pelo então diretor da FSP, Rodolfo dos Santos Mascarenhas. Desse grupo, Oswaldo Paulo Forattini esteve como editor responsável à frente das mudanças e modernizações da Revista, durante 38 anos consecutivos (1967-2005). Em sua homenagem, hoje a RSP o incluiu como seu Editor Honorário. Sucedeu ao Prof. Forattini em 2006, como editor responsável, o Prof. Carlos Augusto Monteiro.

A modernização da Revista teve grande avanço com sua inclusão, em 1997, para a coleção SciELO (Scientific Electronic Library Online). Isto significou tornar todo o seu conteúdo em acesso universal e gratuito, via internet,e também grandes mudanças editoriais e de gestão editorial. A Revista de Saúde Pública é membro fundador da SciELO Saúde Pública.

Atualmente, a Revista é publicada nos idiomas português e inglês e está indexada nas principais bases bibliográficas, como PubMed Central (PMC), PubMed/Medline, Web of Science, Scopus, Lilacs, dentre outras. Gerencia seus manuscritos com o uso do sistema ScholarOne (Thomson Reuters/SciELO). De 1967 a 2015 foram publicados mais de 4.000 artigos – todos disponíveis pela plataforma online SciELO.

Mais recentemente, a Revista de Saúde Pública adotou o uso das mídias sociais como ferramentas eficazes na disseminação de conhecimento científico. Criou, em 2015, seu perfil no Facebook, Twitter e LinkedIn adotando abordagem mais simples e direta para o entendimento do público em geral, e espera assim, aumentar o impacto da ciência em saúde pública no cotidiano da população.

Leia mais sobre:

Antunes JLF, França-Júnior I, Andrade MT, Barata RB, Monteiro CA. Desafios editoriais da Revista de Saúde Pública. CienSaudeColet 2015;20(7):1997-2006. DOI:10.1590/1413-81232015207.02672015.

Forattini OP. Vigésimo aniversário da Revista de Saúde Pública [editorial]. Rev Saúde Pública1986;20:409-10.

Forattini OP. A Revista de Saúde Pública em seu 25º aniversário [editorial]. Rev Saúde Pública1991;25:1-2.

Forattini OP. Trinta anos [editorial]. Rev Saúde Pública1996;30:1-2.

Monteiro CA, Barata RB, Antunes JLF. Cinquenta anos da Revista de Saúde Pública. Rev. Saúde. 2016: Mar 08, DOI:10.1590/S01518-8787.2016050006855ED.

Monteiro CA, Barata RB. Homenagem ao nosso Editor Professor Oswaldo Paulo Forattini. Revista de Saúde Pública, 39(4), 519-520. DOI: 10.1590/S0034-89102005000400001.

Silva LJ. Revista de Saúde Pública: 30 anos de evolução. Rev Saúde Pública 1996;30:503-5.

Considerados como o embrião da Revista de Saúde Pública, os Boletins do Instituto de Higiene de São Paulo foram publicados ao longo de 27 anos, entre 1919 e 1946. A ele soma-se os Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública, que em 1947 sucedeu os Boletins. Em 1967 começou a publicação da Revista de Saúde Pública, que neste ano de 2016 comemora cinquenta anos de existência ininterrupta.

Sobre os Boletins do Instituto de Higiene de São Paulo

Em 1919, foi publicado o primeiro boletim do Instituto de Hygiene, criado no ano anterior como um anexo da Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo. A publicação – que trazia um artigo sobre medidas de combate à malária adotadas na Malásia, de autoria do professor norte-americano Samuel Taylor Darling, o primeiro diretor do instituto – era o início de uma forte presença dos pesquisadores ligados à Faculdade de Saúde Pública no campo da comunicação científica.

Publicados ao longo de 27 anos, entre 1919 e 1946, os Boletins do Instituto de Higiene de São Paulo tiveram 88 edições, sendo sua periodicidade marcada pela irregularidade – nos anos de 1925 e 1926 nenhum número foi editado, enquanto na mesma década foram publicados 43 boletins, quase a metade do total, sendo 12 edições em 1928 e 8 em 1929. Os artigos científicos – em geral um por edição – eram assinados pelos principais pesquisadores do campo da saúde pública paulista e nacional da época, a maior parte pesquisadores do próprio instituto. Os quatro números iniciais trazem artigos dos dois primeiros diretores do instituto, respectivamente os professores norte-americanos Samuel Taylor Darling – “Sobre algumas medidas anti-malaricas em Malaya” (boletim nº 1); “Pesquizas recentes – sobre a opilação na Indonésia” (boletim nº 2) – e Wilson George Smillie – “Intoxicação pelo Betanaphtol no tratamento da uncinariose” (boletim nº 3); “O predomínio da Leptospiraictero-hemorrhagica nos ratos de S. Paulo” e “Bacillos semelhantes aos da peste, encontrados nos ratos da cidade de S. Paulo” (Boletim nº 4-5).

Já em 1922, o boletim nº 8 traz o artigo “Questões de hygiene: a febre typhoide em S. Paulo e o seu histórico”, de autoria do médico sanitarista Emílio Ribas, o pesquisador que liderou a erradicação do mosquito da febre amarela no interior de São Paulo e propôs, como diretor do Serviço Sanitário do Estado, a criação do Instituto Butantan, no início do século 20. Entre os autores frequentes dos Boletins destaca-se o professor Geraldo H. de Paula Souza, que assumiu a diretoria do instituto em 1922, no lugar de Smillie. Seu primeiro artigo – “O Estado de São Paulo e alguns de seus serviços de saude publica” – foi publicado no boletim nº 17, em 1923; mais de uma década depois, em 1936, publicou o emblemático “Centro de Saúde ‘Eixo’ da Organização Sanitária” (boletim nº 59).

Apenas uma mulher, Helena Leite e Silva, publicou nos Boletins. Com o professor Lucas de Assumpção, ela é autora do artigo “Variações sazonais de bacteriófagos tífico-paratíficos nas águas dos rios da cidade de São Paulo”, apresentado na edição n. 78, de 1942.

Sobre os Arquivos da Faculdade de Higiene e Saúde Pública

A publicação, antecessora da Revista de Saúde Pública, não só é um valioso registro histórico da produção e evolução acadêmico-científica da instituição, como um indicador das principais características do processo saúde-doença do país, no período.

No primeiro volume, lançado em junho de 1947, um texto do professor Geraldo H. de Paula Souza, então diretor da instituição, anuncia os princípios norteadores dos Arquivos, que sucederam os Boletins do Instituto de Hygiene. Editados entre 1919 e 1945, o acervo de boletins também será digitalizado.

No Portal de Revistas da USP é possível acessar os Arquivos pelo link http://www.revistas.usp.br/afhsp/ ou a partir dos índices alfabético, por área do conhecimento ou por unidade.

Extraído de:

Blog da Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública da USP – disponível em http://www.biblioteca.fsp.usp.br/blog/index.php/2015/05/20/biblioteca-da-faculdade-de-saude/

Blog da Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública da USP – disponível em http://www.biblioteca.fsp.usp.br/blog/index.php/2014/11/06/biblioteca-da-fspusp-disponibiliza/